carregando

Consultoria

Tenho tido dificuldades com horas extras em fazenda, acho muito difícil a implantação de registro de ponto tanto manual, mecânico ou eletrônico, por gentileza o que me sugere o portal sobre as anotações de horas extras, visto que tenho tido problemas com ações trabalhistas neste sentido, usando aquela mensagem do portal "declaro que recebi... em horas extras e paga-las e o funcionário assinar está valendo? Fico seguro?
Um funcionário faltou injustificadamente na semana que tinha feriado. No feriado ele trabalhou e ganhou 100% de hora extra sobre as horas trabalhadas e também o DSR sobre estas horas. Devo descontar o DSR sobre o Domingo e Feriado mesmo ele tendo trabalhado no feriado?
Nossos funcionários são registrados como mensalistas. Quando eles faltam eu posso descontar as horas também do DSR? Se sim, nunca descontamos. Podemos começar a descontar a partir de agora ou somente daqueles que forem admitidos recentemente?
Tenho um funcionário trabalhador agropecuário geral que irá começar a trabalhar às 19:00h. Ele pode fazer as 7 horas diretas? Se ele começa este horário, até que horas ele vai trabalhar?
Funcionários mensalistas necessitam trabalhar algumas horas em feriados. Ao invés de pagar 100% eles podem folgar a mesma quantidade de horas em outro dia do mês?
Em uma palestra sobre e-social a palestrante disse que a habitualidade de 2 horas extras/suplementares poderá ser considerada infração pelo ministério do trabalho, porque vai contra o art. 7º da CF. Está correta esta afirmação e a de que não poderá ser pago o DSR porque o descanso é obrigatório?
Como se calcula a hora In Itinere? É hora extra também?
A jornada de trabalho dos funcionários é de segunda à sábado. Se o funcionário por exemplo falta um dia na semana, ele terá direito a receber o descanso semanal remunerado (DSR) normalmente ou será descontado dele, o dia da falta e o DSR?
No caso da escala de 12x36 que estou instituindo em minha empresa, os feriados devem ser pagos com adicional de 100?
Numa Fazenda, tenho cinco ORDENHADORES, com horários variados mas todos fazendo mais de dez horas dias, inclusive horários nuturno. Indago como fazer para que eles fiquem dentro das normas legais, perante a legislação trabalhista? posso fazer um contrato especificando o horário de cada um e pagar um total abrangendo, horas extras, adicional noturno, e descanso semanal remunerado, sem enumera-los, (ex. R$ 1.000,00 pelos serviços prestados com ordenhador?
É legal os trabalhadores em regime de 12x36 prestarem serviços extraordinários; se positivo, quantas horas estes poderão fazer no mês? Visto que a lei determina somente duas horas a mais, ou seja, os trabalhadores trabalham apena quinze dias, então, não acredito que só pode fazer trinta horas, estou correto ou não?
Se no holerite de um funcionário constar as 220h trabalhadas no mês ou seja,8h por dia, 44h semanais, já esta sendo paga a hora de almoco? Numa reclamacão trabalhista o funcionário diz que não parava de trabalhar para almoçar(o que é mentira). Devo especificar no holerite 7h/dia trabalhadas +1h/dia almoço, ou não, como faco? Já estou pagando a hora almoco (8h) ou não?
Gostaria de saber sobre o relógio de ponto para trabalhador rural. A Comissão do Trabalho da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade o PDC 2839/10, de autoria do Deputado Arnaldo Madeira (PSDB/SP), que “susta a Portaria nº 1.510 do Ministério do Trabalho e Emprego, de 21 de agosto de 2009, que disciplina o registro eletrônico de ponto e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto”. A portaria nº 1.510 do MTE sofreu críticas severas tanto dos empregadores como dos trabalhadores. Portanto, ainda posso usar o relógio de ponto eletrônico sem o sistema de ticket e até quando?
Precisamos modernizar e evitar re-trabalho e maior segurança no controle de horário dos funcionários, para isso teremos que investir em instrumentos melhores. Na busca de tal equipamentos observei duas questões: 1 - Recebi informações de empresas que estão vendendo o novo Relógio Ponto (de acordo com a portaria do MTE n. 1510) que se a empresa tiver mais que um CNJP (estamos buscando mais inscrições por município) deverá ter mais que um relógio. NÃO ENTENDI. 2 - O vendedor do relógio disse que segundo a lei devemos em todos os lugares ter um relógio com capacidade para armazenar toda nossa folha. Consigo compreender isso para leitura do programa que será o receptor dastas informações, mas NÃO entendo esta exigência da lei. Isso significa que tenho que ter relógios em todas as unidades da empresa (ex.: um relógio para cada granja) para o total de funcionários que possuímos? Pretendo iniciar a adequação da lei e deste equipamento, mas de forma eficiente, otimizando o dia a dia.
Como produtor rural do setor canavieiro, meus funcionários (tratoristas de transbordo, operador de colhedeira e motorista de treminhão ou bitrem de cana) trabalhavam até agora no horario 12x36 conforme acordo coletivo. O ministério do trabalho proibiu o sindicato de fazer acordo coletivo com produtores nesse horário, e mandou avisar que se pegar alguém nesse horário vai haver multa pesada. Os funcionarios estão revoltados porque acham que nesse horario (12x36) eles descansam mais. Tem alguma lei que proíba isso?
Um engenheiro agronômo, lotado numa fazenda agricola, em se tratando de horario, pode fazer 08 horas diarias com 02 horas de intervalos numa mesma empresa? Ou não está de acordo com a Lei? Qual seria o horario conveniente numa mesma empresa? Seria jornada especial?
Na empresa usamos folha de ponto manual, por exemplo: funcionário assinou o ponto do dia 23/03 a 24/04/2011 do mês seguinte isso numa única folha. Gostaria de saber se existe algum critério pra folha de ponto em se tratando de dias do mês corrente ao posterior, se da forma que usamos está errada? Ou pode adotar desta forma ou se existe algo exclusivo da qual a lei exige.
Vou contratar alguns funcionarios (diaristas) p/ trabalho em minha propriedade, os quais deverão se deslocar da cidade até a fazenda p/ o trabalho, esse deslocamento será de em média 30 min/dia (ida e volta). pergunto:- Esse deslocamento deve ser considerado como hora in itinere, mesmo que esse veiculo de transporte seja de minha propriedade ? E se por ventura o empregador der um vale tranporte p/ cada funcionario ir e voltar do trabalho, esse tempo (ida e volta) tambem deve ser computado como hora in itinere ??
Tenho um empregado que está registrado como mensalista para 220 horas por mês.Quero saber se posso reduzir a jornada de trabalho deste empregado, para fazer um horário de segunda a sexta, das 08hrs:30min as 16hrs com 01hrs de intervalo para descanso e refeiçoes, e como ficaria a folha de pagamento deste empregado?
Em nossa suinocultura onde é considerada como área insalubre de grau médio 20% devidamente comprovada por um laudo técnico (LTCAT). Os empregados podem realizar horário extra além das 44 semanais, ou não devido a exposição aos agentes insalubre (Risco biológico).

Página 1 de 5